Merece uma dose!

Merece uma dose! é como uma mesa de bar.

“Ah! É só um poema”

“Ah! É só um poema”. Você ou outra pessoa pode dizer. Tudo bem, é um poema; então porque você não presta atenção e lê?
Os versos de um poema precisam ser lidos como se fossem 100 páginas de um bom romance. Cada verso de um bom poema é a síntese de um sentimento, significado, ou simbolismo bem mais complexo. Não sei se este é um século péssimo para poetas; mas um poeta pessimista é importante para todas as épocas.

A boca do tempo devora minha decomposição
A soma de nossas angústias não será suficiente para o nascimento de novas religiões
Nosso século sem útero
Nosso pensamento sem óvulo
Nosso ímpeto sem embrião
Nosso povo sem cordão umbilical
As linhas imaginárias nos conduzirão através do mapa de nosso coma coletivo
Trajetórias íntimas preenchendo a porção de nossa mediocridade
Até quando seremos Homens por inércia existencial?

(Dedicado a todos que ainda compreendem a comunicação da linguagem poética. E antes que eu me esqueça: uma ‘fada verde’ para iluminar vossas idéias)

D. Q. M.

.

Anúncios

About Davi Queiroz Machado

Já morri duas vezes, e voltei antes do terceiro dia, não subi aos céus, não sentei à direita ou à esquerda de Deus pai todo poderoso. No entanto, estou num coito divino com as palavras. Como diria Manoel de Barros: “O Poeta é um ente que lambe as palavras e depois alucina”. E a Linguagem é um tema que me interessa muito. Seja literária, filosófica ou cinematográfica. Estou procurando uma síntese entre essa santa trindade, mas não quero me arriscar a fundar uma nova religião. Meus dogmas são diferentes do Dogma em que Lars Von Trier se meteu; minha filosofia ainda não foi defendida, pois ela é mais parecida com uma lança do que com um escudo; minha literatura não tem compromissos com fronteiras geográficas ou culturais. Estou eternamente na atuação do personagem de “Estranho no Ninho”: com a mente sã, e mesmo assim num hospício coletivo que chamamos de sociedade. Melhor assim, talvez eu ganhe um Oscar ou quem sabe uma Framboesa de Ouro. Mas o que eu quero mesmo é tomar, com vocês, intermináveis doses de poesia etílica.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on 08/15/2011 by in Filosofia de bar.

Navegação

%d bloggers like this: